modelo-post-e-slider-2

Menina linda

Menina, como você consegue ser tão linda?
Seus olhos castanhos, seu sorriso, suas mãos. Como consegue ser tudo o que quero ter?
Não sei como não pensar nesse teu jeito doce de sonhadora.
Me conta, o que preciso fazer pra sentar ao teu lado, no sofá da sua sala?
Me deixa te levar pra jantar e tentar descobrir tua sobremesa favorita?
Já sei, seria bem legal te ver tocando violão enquanto canto com minha voz desafinada.
Será que assim consigo fazer com que me perceba?
Não como amigo, mas como o cara que quer acordar ao teu lado todas as manhãs.
E se eu te levar pra ver o por do sol no Arpoador?
Eu sei que é cliché, mas também sei que adoraria.
No momento que escrevo isso, estou escutando a música que me mandou ontem a noite.
Deveria escutar de novo, ela é toda você!
Júlia, vamos dançar na chuva?
Se aceitar vai ver o quão maravilhoso dançarino sou, eu acho.
Nossa, você acelera meu coração!
As vezes me sinto um bobo escrevendo esses textos sobre nós, mas, quer saber, eu quero estar contigo.
Quero que todos saibam o quanto te amo e quero.
Desculpa te assustar com palavras desengonçadas, só estou perdido.
Não quero deixar de ser seu amigo, só quero ser mais que isso.
Me dá uma chance?

Espero que tenham gostado,
Graziele Cipriano.

7 comentários em “Menina linda

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *